terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

Noutros Tempos Isto Resolvia-se Com um Duelo...



«Sócrates acusa Cavaco de deturpar e conspirar. “É um homem capaz de fazer tudo”»


De espada ou de pistola. Mas dava duelo. Em lugar disso o que temos é gente pindérica a lavar roupa suja na praça pública, como se fossem duas "meninas" de bordel que se chatearam por uma ter roubado o cliente da outra. A verdade é que é impossível abordar a política portuguesa sem descer de nível. Isto ainda não bateu no fundo, mas a cairmos à velocidade a que estamos a cair, já não há-de faltar muito para o embate final. Estou a assistir ao progressivo assassínio de Portugal, pela mão de gente que se não fosse o sistema de "tacho e cunha" dos partidos, estariam muito provavelmente a arrumar cadeiras num qualquer café ou a trabalhar numa caixa de supermercado, à semelhança de muitos jovens licenciados que temos hoje em Portugal.

A classe política e as elites inferiores que temos neste País, pelo sim, pelo não, é melhor manterem sempre uma mala com roupa feita e o passaporte à mão, porque um dia que já não está assim tão longe, esta gente vai ter de optar entre fugir do País e nunca mais voltar, ou ser levada a julgamento e muito possivelmente condenada à morte por tanto crime e patifaria que têm cometido. Estou a exagerar? Então olhem para o que se está a passar no resto da Europa e nos Estados Unidos. Os "ventos da história" estão de novo a soprar com força e desta vez sopram numa direcção contrária à da canalha da Terceira República. Pouco a pouco, espero de ver o actual regime português a ficar cada vez mais isolado no concerto internacional e se a União Europeia eventualmente implodir, isso significará muito possivelmente o fim do actual regime que desde 1974 (des)governa Portugual. A bandidagem dos partidos sabe disto. Eles sabem que sem as esmolas da União Europeia o circo vai acabar de vez e com a economia nacional completamente transformada em frangalhos, graças às políticas "adiantadas" que foram seguidas durante os últimos quarenta anos, não lhes será possível manter o estado social a funcionar, nem terão sequer fluxos de capital suficientes para pagar dívida alguma sem imporem tremendos sacrifícios ao povo português. Podem portanto começar todos a apertar os cintos, pois a queda vai ser grande e vai doer a muita gente...

Salazar só houve um e já não vai haver mais nenhum. Da próxima vez as "criaturas sinistras" já não vão levar com "meia dúzia de safanões a tempo", mas sim, directamente com o chumbo na nuca ou com a corda à volta do pescoço. A pena de morte em Portugal tem de ser restaurada e os primeiros a "beneficiarem" da mesma, exemplarmente, têm ser os políticos da Terceira República e as elites que conduziram o País à desgraça. Gente que leva um País inteiro à mais completa ruína e fá-lo propositadamente em nome de internacionalismos bacocos, só merece a morte como retribuição e castigo. 

João José Horta Nobre
28 de Fevereiro de 2017


16 comentários:

  1. Tem toda a razão.
    É uma cambada de p.... e ladrões que têm que ser corridos de Portugal o mais depressa possível para se tentar salvar alguma coisa do que era a nossa Pátria e as suas Gentes.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E vão ser corridos caro PSC! Fique descansado que a "cambada de p.... e ladrões" vai ser corrida a seu tempo e os que não fugirem vão ser todos levados a julgamento por todos os crimes que têm sido cometidos contra Portugal e os portugueses desde 1974.

      Eu costumo dizer que esta canalha da Terceira República meteu-se com o Diabo, mas ainda não se apercebeu disso. Quando se aperceberem já vai ser tarde demais...

      Eliminar
  2. tenho ouvido muito boa gente a dizer (que viveram nos tempos da Ditadura) que isto estava bem entregue era a um Salazar, a escumalha vinda ás paletes desde do 25 de Abril que se servem a eles próprios em vez do povo é demais, e o povo sempre na miséria, desemprego ou emprego precário é futuro para a juventude neste país... se houvesse uma revolução amanha estes gatunos todos deviam era ser enforcados no Campo Pequeno, todos os que roubaram a Nação e se serviram do poleiro para proveito próprio pra mandar a mensagem para os que se sigam a rumar o destino de Portugal.

    ResponderEliminar
  3. "A pena de morte em Portugal tem de ser restaurada e os primeiros a "beneficiarem" da mesma, exemplarmente, têm ser os políticos da Terceira República e as elites que conduziram o País à desgraça."

    Caro JJHN

    Não foram as elites que conduziram Portugal à desgraça, foram os eleitores que volta e meia votam à esquerda abrindo caminho à pobreza.

    Mais uma vez, o caro JJHN ainda não percebeu que com limpezas à Pinochet a melhoria apenas será a curto prazo, basta ver o exemplo chileno que passado alguns anos os eleitores chilenos colocaram a esquerda no poder.

    É preciso reformas estruturais que irão contribuir para o desmantelamento da sustentação da esquerda.

    ResponderEliminar
  4. "A pena de morte em Portugal tem de ser restaurada e os primeiros a "beneficiarem" da mesma, exemplarmente, têm ser os políticos da Terceira República e as elites que conduziram o País à desgraça. Gente que leva um País inteiro à mais completa ruína e fá-lo propositadamente em nome de internacionalismos bacocos, só merece a morte como retribuição e castigo. "------------Nem de propósito eles andam a promover o fim da pena de morte em todo o mundo(lá naquele conselho da O-nu onde falou aquele personagem que supostamente devia ser ministro de Portugal).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. «Nem de propósito eles andam a promover o fim da pena de morte em todo o mundo(lá naquele conselho da O-nu onde falou aquele personagem que supostamente devia ser ministro de Portugal)»

      Claro que sim caro Bilder! Eles sabem bem a merda que andam a fazer e estão a tomar medidas preventivas. Mas isso vai-lhes servir de pouco, pois quando isto der o estoiro final, simplesmente decreta-se o Estado de Emergência, suspende-se a Constituição e restaura-se a pena de morte com feitos retroactivos!

      É isto que os apavora, porque a quantidade de crimes que a canalha de Abril tem cometido contra Portugal e os portugueses desde 1974, é tanta, que com excepção talvez do General Ramalho Eanes, não há nenhum político de relevo em Portugal que tenha as mãos limpas.

      Eliminar
  5. Trump está a acusar Obama de estar por trás dos protestos e manifestações contra Trump.
    http://www.jn.pt/mundo/interior/trump-culpa-obama-pelas-fugas-de-informacao-5696452.html
    Penso que Trump estará bem informado pelos sites nacionalistas breitbart e infowars acerca de George Soros. Então porque acham que Trump acusa Obama em vez do Soros?? Alguma explicação?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É uma questão de vingança pública e estratégia. Por um lado, Trump tem contas por ajustar com o criminoso do Obama, por outro, ele está a seguir uma estratégia de confrontação com as elites judaicas pelas costas das mesmas. Eu pessoalmente, preferia que ele afrontasse esse gente de frente e abertamente, mas seja como for, ele está a combatê-los e isso é que interessa.

      Eliminar
  6. "Não foram as elites que conduziram Portugal à desgraça, foram os eleitores que volta e meia votam à esquerda abrindo caminho à pobreza."

    Foram de facto as pseudo-elites!
    Os eleitores respondem aos estímulos da imprensa capturada pelo crime organizado, vulgo partidos políticos.
    Como quer que uma população desinformada e manipulada vote corretamente?
    O jogo está viciado.
    O sufrágio universal neste contexto é suicídio.
    Olhe para onde caminhamos que nem uma opinião desalinhada das esquerdas assassinas um cidadão pode manifestar. Veja o caso João Braga.
    A esquerda é hegemónica por falta de comparência, inteligência e excesso de cobardia dos conservadores.

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Caro Anónimo


      População desinformada e manipulada?

      Estamos em 2017, há televisão, internet, rádios, jornais, revistas, blogs, notícias 24 horas por dia, etc.

      Os regimes do Leste da Europa já caíram há quase 3 décadas.

      Na Venezuela, andamos a assistir há vários anos, ao vivo e a cores, o caminho para a pobreza, miséria e fome escolhido pelos próprios eleitores.

      Todos sabemos que votar à esquerda é escolher o caminho para a pobreza, miséria e fome e mesmo assim continuam a votar na esquerda, tanto em Portugal como em muitos outros países.

      Não vale a pena falar em desinformação e manipulação, o que há é um verdadeiro delírio, maldade, sacanice, pulhice.

      O que é preciso é continuar a desmantelar as bases de sustentaçãò da esquerda mas não como tem sido feito até agora com pequenos ajustamentos mas com verdadeiras reformas estruturais.

      Eis a lista actualizada:

      Abolição do salário mínimo
      Liberalização dos despedimentos
      Abolição dos descontos
      Pagamento do verdadeiro custo da água e energia pelo utilizador
      Pagamento do verdadeiro custo de educação e saúde pelo utilizador
      Liberalização (facilitação, desregulamentação) do acesso às profissões liberais
      Liberalização das rendas
      Sujeição a IRC a todas as pessoas colectivas
      Simplificação do IRS com sujeição individual, taxa única, sem deduções e abatimentos
      Taxa única no Iva
      Desmantelar o sistema escolar com o e-learning
      Varrer a função pública
      Extinção das juntas de freguesia
      Redução do número de deputados
      ...
      ...
      ...

      Eliminar
    2. haver muita escolha em quantidade(tendo em conta que quase todos os média se repetem uns aos outros pois estão nas mãos de uns poucos personagens e grupos económico) não significa qualidade,logo tenho de estar de acordo com a anónimo das 05:46.Não é que explique tudo mas explica muito.

      Eliminar
    3. Concordo totalmente com o Anónimo das 05:46!

      Eliminar
  7. O triste anónimo que decidiu aparecer por aqui a ameaçar-me com terríveis represálias em São Brás de Alportel, minha terra natal, vai ter ter dificuldade em exercê-las, pois eu desde os dezoito anos que não resido lá...

    Aahahahhahahahhaha, isto é patético. Olhe anónimo, dedico-lhe este poema do meu conterrâneo, o poeta Bernardo de Passos:

    GLOSAS

    Morre o pobre e nem caixão
    Vai no esquife, que desgraça!
    Para o cemitério passa
    Sem padre nem sacristão!...
    Quem fará esta exceção?...
    Se é Deus que rege os destinos
    Dos grandes e pequeninos,
    E todos são filhos seus...
    Pra desmentir esse Deus,
    Morre o rico, dobram sinos.

    Diz, padre, que leis são essas
    Que servem pra ti somente...
    Tu confessas toda a gente
    E à gente não te confessas...
    Diz por que tanto te interessas
    Nesses segredos que encobres,
    Porque é que não te descobres
    Nos jornais ou num sermão,
    Dizendo porque razão
    Morre o pobre e não há dobres?

    Só os ricos são gerados,
    Dessa Virgem, desse Deus?...
    Só eles são filhos seus
    E os pobres são enteados?...
    Padre, tu só tens cuidados
    Com os ricos, teus compadres,
    Que deixam ir as comadres
    Esmolinhas oferecer
    A Deus, sem ninguém saber...
    Que Deus é esse dos Padres?...

    Qual é o Deus que autoriza,
    Ao rico, mil esplendores,
    E aos pobres trabalhadores,
    Nem pão, nem lar, nem camisa?...
    Manda, pra quem não precisa,
    O oiro, a prata e os cobres,
    Palácios, honras de nobres!...
    E eu, triste farrapo humano,
    Julgo esse Deus um tirano,
    Que não faz caso dos pobres

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...