quinta-feira, 5 de maio de 2016

O Colapso da Venezuela e o Silêncio Ensurdecedor da Esquerda


Quem visse estas imagens, sem saber o contexto, decerto julgaria que a Venezuela acabou de sair de alguma guerra devastadora. Mas não, a Venezuela está apenas a experienciar o Socialismo no seu pleno.


Não sei se alguém já reparou, mas à medida que na Venezuela (mais uma vez...) se confirma como o Socialismo é um sistema económico absolutamente incompetente, a esquerda portuguesa anda toda muito silenciosa em relação ao assunto. Trata-se de um silêncio muito estranho, um silêncio ensurdecedor, direi mesmo, o silêncio daqueles que são co-responsáveis pela actual desgraça do povo venezuelano.

Em terras de Simón Bolívar, já é mais difícil encontrar açúcar do que ouro e o dinheiro que outrora dava para comprar três refeições, agora só dá para comprar uma... e má. Os portugueses que ponham os olhos nisto e se não sabem, que fiquem a saber de uma coisa: a Venezuela era e ainda é, o País que partidos como o Bloco de Esquerda e o PCP, andavam a defender como exemplo e modelo a seguir, até há bem pouco tempo atrás. Recordo-me com clareza de ouvir e ler algumas coisas produzidas pelos "cérebros" que parasitam na nossa esquerdinha nacional, a defender o Socialismo do Século XXI, como a grande maravilha revolucionária do nosso tempo. Era a "maravilha" ideológica (mais uma...), que finalmente iria provar como o Socialismo realmente funciona. Um dos mais destacados defensores desta desgraça, era e ainda deve ser o professor Boaventura de Sousa Santos, um homem que cálculo que neste momento deve ter o seu frigorífico bem abastecido, ao contrário de muitos venezuelanos que já estão a ser obrigados a trocar as proteínas por amidos, devido à falta de carne e peixe no País, ou devido ao elevado preço destes produtos, que quando disponíveis, ficam simplesmente inacessíveis a muitos venezuelanos.

Coloquem os olhos na Venezuela actual e vejam por vós o que seria feito do nosso País, se alguma vez essa malta do Bloco de Esquerda e/ou do PCP, se arvorassem do poder a sério e como eles querem. Não há desculpas para o estado a que a Venezuela chegou, estamos a falar do País que tem algumas das maiores reservas de petróleo no Mundo e mesmo assim, o povo passa fome. Não se admite e apenas a mais extrema incompetência é que explica uma coisa destas

Não sou nenhum bruxo, mas há quatro anos escrevi estas palavras que confirmam apenas como eu estive, desde sempre, correcto em relação ao resultado desastroso a que o regime fundado por Hugo Chávez iria conduzir a Venezuela:




E esta tragédia ainda não acabou...

João José Horta Nobre
5 de Maio de 2016

12 comentários:

  1. Invasora Africana que vive as custas do estado sueco tenta impedir passeata nacionalista .


    https://m.youtube.com/watch?v=fcBmWAk8v-k

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Para a esquerdalhada, a liberdade só deve ser permitida a quem pertencer à seita da esquerdalhada. Trata-se daquilo a que Marcuse chamava a "tolerância repressiva"...

      Eliminar
  2. Mas a venezuela ,por mais que falem, nao é socialista. La vigora a economia de mercado.

    Sempre noticiam que se falta produtos basico de consumo naquele pais ,mas nunca falam o porque desta falta .
    _seria boicote dos produtores e comerciantes contrarios ao regime?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. «Mas a venezuela ,por mais que falem, nao é socialista. La vigora a economia de mercado.»

      Acredita mesmo nisso?

      Eliminar
    2. A ler:

      http://spotniks.com/8-exemplos-de-como-o-socialismo-esta-levando-a-venezuela-ao-colapso-absoluto/

      Eliminar
  3. E então e aquela teoria das desigualdades sociais ? Os ricos, cada vês mais ricos , e pobres , cada vês mais famintos ?
    Antes de um Hugo Chaves, a Venezuela não tinha autenticas cidades de lata ? E o caso da Argentina, antes da presidenta Cristina Kirchner ?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. «Antes de um Hugo Chaves, a Venezuela não tinha autenticas cidades de lata ? E o caso da Argentina, antes da presidenta Cristina Kirchner ?»

      Antes de Hugo Chávez, já havia uma extrema pobreza na Venezuela e Chávez podia ter ajudado o povo, criando programas sociais com base nas receitas do petróleo, mas deixando em paz o sector privado. Em lugar disso, optou por destruir o sector privado e aconteceu o que já era de prever: assim que o preço do petróleo baixou, a economia venezuelana começou a colapsar.

      Eliminar
  4. Os venezuelanos têm aquilo que escolheram livremente, assim como um fumador escolhe ter maior probabilidade de contrair cancro, os venezuelanos escolheram livremente o caminho para a pobreza, miséria e fome.

    Assistimos ao vivo e a cores às consequências do esquerdismo.

    De qualquer maneira, volto a insistir, o que é preciso é implementar reformas estruturais que irão contribuir para o desmantelamento das bases de sustentação da esquerda.

    Apenas dependem da vontade política.

    Aí vai a lista actualizada:


    Abolição do salário mínimo
    Liberalização dos despedimentos
    Abolição dos descontos
    Pagamento do verdadeiro custo da água e energia pelo utilizador
    Pagamento do verdadeiro custo de educação e saúde pelo utilizador
    Liberalização (facilitação, desregulamentação) do acesso às profissões liberais
    Liberalização das rendas
    Sujeição a IRC a todas as pessoas colectivas
    Simplificação do IRS com sujeição individual, taxa única, sem deduções e abatimentos
    Taxa única no Iva
    Desmantelar o sistema escolar com o e-learning
    Varrer a função pública
    Extinção das juntas de freguesia
    Redução do número de deputados
    ...
    ...
    ...

    ...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. «Assistimos ao vivo e a cores às consequências do esquerdismo.»

      Mas a esquerda mesmo assim, insiste em não aprender nada e julga que ela é que percebe muito de economia.

      Eliminar
  5. "Cidades de lata"

    O problema é mesmo a lata.
    Chavez deu uma série de entrevistas em Portugal, que foram dirigidas pelo pai da maior organização criminosa do nosso país.
    Havia completa sintonia entre os socialistas venezuelanos e portugueses. E a cobertura ao regime chavista continuou até aos nossos dias, pela esquerda nacional. Todos os partidos da famigerada geringonça são indefectíveis aliados e propagandistas do regime agora dirigido por Maduro.
    O socialismo moderno não é semelhante ao do início da revolução russa. Portanto a questão sobre o capitalismo é falaciosa. Hoje, estes Maduros não eliminam a iniciativa privada (a China até a repôs e incentiva), pois uma economia fechada e estatal como por exemplo a cubana ou norte coreana é puro suicídio.
    Para abreviar, a finalidade do socialismo resume-se à tomada do poder por um grupo de energúmenos que se apropriam dos recursos de um país para enriquecer e que termina irremediavelmente assim :

    http://www.tvi24.iol.pt/internacional/iol-push/fortuna-de-chavez-avaliada-em-mais-de-1-5-mil-milhoes-de-euros

    http://www.diariolasamericas.com/4848_venezuela/3265811_maria-gabriela-chavez-podria-ser-mujer-mas-ricae-venezuela.html

    https://www.epochtimes.com.br/fortuna-fidel-castro-supera-algumas-realezas-segundo-forbes/#.VywLJJr5NpM

    http://jornalggn.com.br/noticia/fortuna-de-kim-jong-esta-espalhada-em-200-paises

    http://www.tugaleaks.com/medesholdings.html

    http://www.lusopt.com/portugal/136-mario-soares-um-passado-negro

    ResponderEliminar
  6. http://www.liveleak.com/view?i=e74_1462398121

    A Berlim de 1936

    ResponderEliminar
  7. Mais um socialista amigo dos pobrezinhos e mais um regime socialista a padecer do mesmo mal,

    http://sintesenews.blogspot.pt/2015/08/lula-e-na-verdade-um-milionario-das.html

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...