sábado, 6 de fevereiro de 2016

Vivemos Hoje Numa Anti-Europa



Em Berlim, já se expulsam sem-abrigos alemães de casas onde dormem, para no seu lugar enfiar "refugiados". Porquê? Porque a câmara de Berlim paga 50 euros por noite a quem acolher os ditos "refugiados".

Entretanto em Portugal, depois de o governo de traição nacional liderado por Passos Coelho, ter andado a distribuir apartamentos gratuitos a "refugiados", - enquanto temos milhares de sem-abrigos portugueses a dormir em cima das pedras de calçada de todas as cidades do nosso País -  agora o seu substituto, António Costa, decidiu aprofundar mais um pouco a filha da putice demonstrada pelo seu antecessor e oferecer à Merkel, duas mil vagas no ensino superior português para "refugiados"!

Mais uma vez fica demonstrado o etno-masoquismo da elite que sequestrou Portugal. Fica demonstrado como somos hoje governados por traidores que tendo um País cheio de miseráveis e jovens precários, em lugar de ajudar estes nossos compatriotas, roubam o nosso dinheiro para dar a "refugiados".

Portugal é um país pobre, somos um País onde milhares de jovens têm de desistir dos seus estudos universitários, ou nem sequer conseguem ir para a universidade porque não têm meios económicos para tal. Eu próprio conheço um caso assim, um rapaz que por vir de uma família carenciada, teve de começar a trabalhar logo após a conclusão do ensino secundário, não tendo podido seguir o seu sonho de estudar engenharia electrotécnica. Como este, há muitos outros casos em Portugal e entretanto, o que decide fazer o governo português? Ora essa! Decide ir oferecer estudos universitários a "refugiados" e a juventude portuguesa que se lixe!

Os vossos filhos querem estudar e não têm dinheiro? Que se lixem os vossos filhos! Primeiro estão os "refugiados" da Merkel!

Estão desempregados, não têm dinheiro para pagar a renda da casa e agora vão ter de ir dormir na rua? Paciência, metam-se na fila de espera porque primeiro estão os "refugiados" da Merkel e toca a arrotar mais impostos porque a moirama tem de encher a pança!

É assim, caros compatriotas, o actual regime reduziu-nos todos a cidadãos de segunda no nosso próprio País. Estamos a viver hoje numa Anti-Europa que mete nojo, revolta o estômago e dá vómitos. Agora digam-me, ao ver as benesses que são atribuídas aos ditos "refugiados", enquanto simultaneamente os nossos compatriotas economicamente carenciados, são deixados ao abandono mais desprezível como se fossem animais, como é que eu posso respeitar estes nossos políticos de merda? Numa fúria incontrolável, só me apetece dizer: VÃO-SE FODER, !
 
João José Horta Nobre
6 de Fevereiro de 2016

6 comentários:

  1. Os limites já começaram ser ultrapassados, logo, é muito urgente começarmos a fazer algo para combater esta corja. Já não basta resistir...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. SIM DEPENDER DE UMA MEIA DUZIA GENOCIDA É BURRICE

      Eliminar

    2. Dr.No, talvez queiras mencionar medidas concretas, práticas e objectivas.

      Eliminar
  2. É preciso investir urgentemente no programa da colonização de planetas, descobrir um que seja habitável e mudarmo-nos para lá e levarmos também todo o conhecimento e tecnologia... não vá depois os «alógenos» visitarem-nos depois de terem destruído o planeta Terra.

    ResponderEliminar
  3. Entao es a favor da integraçao caro joao jose? E oque seria a tal integraçao ?, há imitaçao por parte dos imigrantes dos costumes dos europeus ?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. «Entao es a favor da integraçao caro joao jose?»

      Não se trata de ser a favor ou contra, a questão é mais profunda do que isso. Eu nem acredito que seja possível "integrar". A fantasia multicultural fracassou redondamente e só não vê, quem não quer..

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...